Sábado, 1 de Novembro de 2008

Como me vejo na minha Profissão

 

Vanguarda: Caviar de Moscatel e Caviar de Xarope de Chocolate Mint

 

A profissão de barman é relativamente nova se considerarmos que a mesma está ligada ao desenvolvimento e difusão dos bares a partir do sec. XIX, atingindo o seu auge no sec. XX, especialmente devido ao desenvolvimento turístico concretizado entre vários países e continentes.
 
 
O nosso país conta com especialistas, os quais em diversos eventos internacionais, têm elevado bem alto o prestígio desta actividade, deixando bem vincado o seu valor e nada ficando a dever aos melhores Barmen do mundo.
 
 
Os barmen formam hoje um sector da maior importância, não só na organização económica de uma empresa, como de um modo geral, contribuem para o êxito alcançado na qualidade do turismo nacional.
 
 
Assim, uma grande responsabilidade recai sobre os ombros dos que ensinam e consequentemente dos que aprendem.
 
 
A uns e outros se exige a noção exacta da grandeza da arte que escolheram, a qual, terão que honrar com humildade, brio e a mais firme devoção.
 
 
Para que se possa atingir o próximo degrau da hierarquia profissional, é indispensável que se comece pela base, como na construção de um edifício se começa pelos alicerces.
 
 
O barman é portanto, um técnico que sabe fazer bons cocktails, mas é também um artista com o dom e arte de saber misturar as bebidas, colocando o seu cunho pessoal em tudo o que faz, considerando cada cocktail uma obra-prima.
 
 
Claro está que, se não dominar a técnica, pode ser traído pelo sabor e aspecto das bebidas, e deitar por terra todas as outras qualidades e apresentação que pretendia anteriormente.
 
 
Para que se possa levar a um bom termo a formação técnica dos profissionais, torna-se necessário que estes possuam, entre outros atributos, um alto grau de sacrifício, espírito de humildade, honestidade, respeito recíproco, e compreensão, terão também que cumprir rigorosamente os horários de trabalho que lhes estão destinados, bem como as normas de higiene e segurança alimentar e que acatem fielmente as directrizes emanadas pelos seus superiores hierárquicos, porque só assim poderão adquirir todos os conhecimentos necessários á sua formação.
 
 
O barman deverá ser ágil e objectivo ter um bom sentido degustativo, e uma boa arte e imaginação decorativa.
 
Sendo a profissão de barman baseada tecnicamente em composições com base em receitas clássicas, é então necessário que o Barman possua uma boa capacidade receptiva e um bom poder de memorização.
Deverá também possuir, facilidade de comunicação, ter um bom conceito de relações públicas, ser simpático e discreto, organizado e acima de tudo bom observador.
 
Deve ainda dominar fluentemente alguns idiomas, especialmente Inglês, Francês e Alemão, deve ser perspicaz, atencioso, inteligente e possuir um razoável nível cultural, para o normal exercício da sua profissão.
 
Bardochefe

Postado por bardochefe às 13:53
link do post | Dar Opiniões | favorito

.Chefe


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.últimas

. GIN's para todos os Gosto...

. O tal Gin ... Para quem g...

. O CHÁ - A segunda bebida ...

. Para saberem tudo Sobre o...

. FOTOS Pop up Bares

. A moda dos POP-Up's

. Melhores Bebidas do Ano -...

. A ARTE DO CAFÉ

. AMUSE-BOUCHE

. Decorações Cocktails

.Cábula do Chefe

. Outubro 2016

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Chefe


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.subscrever feeds